segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Decisões difíceis

 Olha só quem tá aqui de novo pra atualizar vocês da minha vidinha/desabafar



 2015 tá sendo o ano do inferno astral e parece que é geral, né? Pois bem. 
 Se alguém me dissesse, no dia primeiro de janeiro, que nesse ano loko(tm) eu ia: terminar meu namoro, descobrir e aceitar que tenho transtorno de ansiedade generalizada (a famosa TAG), transtorno alimentar (alô compulsão!) e depressão, que eu iria engordar uma caralhada de quilos e trancar a faculdade eu teria rido dessa pessoa e provavelmente apostado com ela que não nada disso ia acontecer só pra eu me ferrar mais ainda.

 Pois é, migos. Eu imagino que alguns de vocês já suspeitavam da depressão, outros já sabiam, mas agora eu estou diagnosticada. Já estou me medicando também, então fiquem tranquilos que logo logo Mari-mar tá novinha em folha de novo.
 Hoje eu tô no sexto comprimido e eu já senti uma leve melhora na disposição. Tô tendo efeito colateral também porque né, efeito colateral é um troço que chega primeiro que o efeito terapêutico do remédio. E ele é: meu intestino tá funcionando loucamente. Pior é que é sempre mais ou menos no mesmo horário, e é justamente no horário dos meus exercícios.
 Ah, é! Eu comecei a praticar exercícios também. Pra liberar serotonina e ajudar no tratamento. Tá sendo ótimo. 
 Mas enfim, o post foi pra contar de uma decisão que eu não esperava tomar um mês atrás: Trancar a faculdade. Eu tô pensando se posto isso aqui faz uma semana, e resolvi postar porque afinal isso é parte de mim e sei que tem gente que se preocupa comigo aqui.
 É impressionante como enraízam o pensamento de que "Quanto mais cedo começar/terminar faculdade melhor" sem nem se preocuparem se é isso que a gente quer ou se estamos bem pra tal.
 Foi por isso que eu relutei tanto contra a vontade do meu subconsciente de parar um pouco pra respirar. Porque eu pensava que um semestre perdido ia ser horrível.
 Mas peraí, quem disse que era um semestre perdido? Eu tranquei pra me tratar. Pra cuidar de mim. 

(ok, esse post começou a ser escrito na sexta-feira e estamos na segunda a partir de agora)

 Domingo retrasado, segunda semana de aulas, eu tive uma crise de ansiedade na frente da minha família. Foi horrível e eu não desejo pra ninguém. Pelo simples motivo de que pensar em ir pra faculdade na segunda de manhã me deixava desesperada.
 Vejam bem, eu sou aquela menina chata que acorda cedo de bom humor e irrita todo mundo sorrindo e dando bom dia, então se isso não tava acontecendo mais é porque tinha algo bem tenso pegando.
 Meus pais e minha avó, incríveis que são, não saíram do meu lado na crise, me acalmaram e me disseram que ok eu trancar pra me tratar, eu investir nos doces e continuar ganhando minha graninha, fazer alguma atividade física relaxante de manhã, me cuidar e daí eu volto quando me sentir melhor. 
 Eu tava com medo, confesso, porque trancar a faculdade nunca foi uma opção pra mim e de repente eu vi como se essa fosse a única opção que eu tivesse pra conseguir sair ilesa.
 Hoje fiz minha primeira aula de hidroginástica pela manhã e me senti muito muito bem depois, relaxada horrores. Tô querendo entrar no ioga também <3 
 Quero aproveitar e me dedicar ao blog e gravar vídeos pro canal, eu inclusive postei um semana passada (que você pode ver se quiser clicando aqui) no estilo dos meus snaps mesmo, uma coisa bem simples e no estilo bate papo, mais pra eu ocupar meu tempo e falar de coisas aleatórias, nem é pra ~ficar famosa~. Gosto de interação e se eu tiver isso é o suficiente pra mim.

 É isso, "tejem" atualizados da minha vida, não fiquem preocupados que eu já tô me sentindo muito melhor! Em frente e avante, porque sei que vou sair dessa mais forte que nunca! 
 Amo vocês.




6 comentários:

  1. Nossa, quanta coisa :/
    Mas vai dar tudo certo sim, o apoio familiar faz uma diferença incrível na vida né ♥
    Logo logo você estará melhor e vai voltar com tudo para a faculdade e a ser o que era ;)
    beijos
    Ganurb

    ResponderExcluir
  2. Claro que vai sair forte! A gente cai e levanta, e aprende com as quedas pra, como diz uma amiga, "cair de ladinho" da próxima vez! kkkkkk Mas é isso aí, decisão tomara, agora é hora de se dedicar a você e aos seus doces delícia, e quando for o momento, voltar a pensar na faculdade. E daí se vai demorar um pouco mais pra se formar? Quanto mais tempo na facul e estudando melhor (falou a menina no 3o curso, me ouve kkkk) - temos que gastar nosso tempo com qualidade e felicidade, senão tudo desanda.
    Oh, fica bem, o apoio da família é muito importante e nem todo mundo tem (o/), e tenho certeza que assim como eu estou aqui, vc tem muitos amigos dispostos a estender as mãos e os braços pro que der e vier!
    Fica com Deus que ele protege nossa cabecinha problemática rs.
    Beijão.

    PS.: de nada por vir aqui ler E AINDA comentar. =)

    ResponderExcluir
  3. As vezes somos surpreendidos com essas "tempestades" na vida mas depois vai ver que passar por tudo isso só vai ter te feito crescer e amadurecer, vai se sentir renovada. E você ja esta no caminho certo!!! Aceitar a situação e começar a cuidar de você, isso é fundamental, e só de ter o apoio da familia ja torna tudo mais leve, nessas horas voce pode perceber claramente o quanto te amam! Mas enfim.. força aii e logo logo você estar melhor do que nunca! Beeijoo

    ResponderExcluir