sexta-feira, 17 de abril de 2015

Finalmente, a primeira tatuagem

 Eu nem preciso falar que estava morrendo de saudades, né? Mas eu tô com bloqueio criativo total, não consigo pensar em posts.
 Mas óbvio que não poderia deixar minha primeira tatuagem passar em branco, neannnn.

 Na verdade, isso é uma saga. Senta que lá vem história.

 Titia Mari aqui sempre amou tatuagens. Sempre. Desde novinha. Uma vez colei aquelas tatuagens de chiclete e no mesmo dia levei um baita esporro e mamãe tirou com álcool. Foi meu primeiro (e um dos únicos) atos rebeldes HAHAHHAHAH
 Enfim, esse amor foi reprimido, mas não esquecido. Aos treze, comecei a mostrar novamente. Salvando imagens, mostrando-as pra minha mãe, compartilhando ideias.
 Ela sempre cortava meu barato #xatiada
Mas se cês tão pensando que isso me intimidou, nananina-não migos. Eu sempre soube que o dia chegaria. Eu tinha me conformado em esperar meus dezoito.
 Só que aí, o mundo deu um giro muy loco e os astros conspiraram ao meu favor.
 Mamis poderosa tem uma amiga que foi praquelas bandas de Dubai e, de ~lembrancinha~ trouxe um cordão de prata com ela, com o nome dela escrito em árabe.
 Adivinha quem já pôs ozoião no cordão? Isso mesmo, euzinha. Não demorou muito e lá tava eu, ostentando o cordão.
 Isso faz tempo, viu? Tô falando sério.

 Não acreditou? Ok, eu provo, são Tomé:



21 meses - 1 ano e 9 meses. MAS, eu já usava um pouco antes disso, é porque eu dei umas apagadas nas fotos do meu insta antigas que eram meio nonsense.

 Quando comecei a usar o cordão, e as pessoas começaram a perguntar o que significava, percebi que eu me sentia muito contente em falar que era o nome da minha mãe, Rita de Cassia. E interpretei isso como um sinal porque sou dessas. Queria aquilo na minha pele, marcada para sempre.
 E falei pra mamãe. Uma. Duas. Três. Cinquenta vezes. Até ela acreditar.
 Ela acreditou, finalmente. Mas disse que não ia pagar nada. E eu sabia que era melhor esperar um pouquinho. Mostrar diferentes studios de tatuagem, diferentes tatuadores, etc.
 Eu sempre admirei muito o trabalho da Maori Tatto, aqui da cidade. É um studio conceituado, e eles só fazem parceria/contratam, sei lá, tatuadores bons. Mas o preço é um pouco salgado. Não que eu ligue, porque sei que tatuagem é um troço que tem que ser bem feito, e se for pra pagar caro e não ter problema, que seja. Só que né, eu não tava podendo gastar grana assim.
 Aí fiz o orçamento com um outro studio. Gostei do trabalho deles, apesar de eles trabalharem mais com desenhos e cor. Eles cobraram metade do preço. Fiquei bem tentada. Semana passada perguntei se eles tinham horário pra sábado, num impulso, e esperei a resposta. Eles não responderam (hoje eu descobri que é porque estavam em reforma) e eu, de novo, entendi como outro sinal. Aí perguntei se eles tinham horário na Maori e eles tinham. Marquei.
 Isso era na quinta. Ninguém sabia. Só eu e mamãe. Não contei pra ninguém do meu meio social porque morro de medo de dar errado depois e eu ficar de cara.

 Meu tatuador foi o João Victor. Ele conversou bastante comigo, mas principalmente com mamãe, o que a distraiu e tranquilizou.


  Mamãe tava me provocando antes, achano que eu ia arregar, mas mesmo com o friozinho na barriga que eu tava sentindo, eu jamais ia dar pra trás. Não ia dar aquele gostinho pra mamãe HAHAHAHHAHA 
 Ela estava esperançosa para eu sentir dor e não querer fazer outras tatuagens, mas não rolou. Eu senti bem pouca dor, nada demais. Ficou dolorido umas horas depois, mas na hora mesmo, não.


 A primeira foto foi uns vinte minutos depois de sair do studo. O João disse que ia sangrar mesmo, que era normal, então fiquei tranquila.
 Ele também me disse que era normal expelir tinta até cicatrizar. Já no primeiro dia isso aconteceu, que foi o caso da segunda foto. Ficou bem grudento (Sabe rímel depois que você teoricamente tira, e ai acorda no outro dia e tá tipo aquela remelinha preta, que na verdade é o rímel? Então) e, à medida que cicatrizava, começou a ficar mais como uma casquinha mesmo grudada. Pensa numa agonia. Sou a louca de arrancar casca de machucado, foi sofrido pra mim não puxar. Mas irei com algodão molhado, enquanto limpava a tatuagem. Sem esfregar, só passando na tatuagem.


 Essa se não me engano foi um ou dois dias depois. Já estava começando a sair a casquinha, por isso tem umas partes que parecem falhadas, mas não estão.
 Eu não sei se isso é possível, mas acho que fazer a tatuagem deixou minha pele mais sensível. Eu usei fita crepe pra prender o papel filme na tatuagem e tirei sem molhar. Ficou com aquelas bolinhas de alergia e coçando por uns três dias. O certo seria só machucar. Minha coxa também deu isso, mesmo eu não andando muito nem estando calor (que é quando minha coxa assa). Estranho, mas já tá passando.



 Escolhi esse lugar, no colo, em cima do peito esquerdo, porque eu queria um lugar próximo do cordão (pensei fazer curvando o osso que a gente chama de saboneteira, mas tenho outros planos pra essa região) e que ficasse bonito e visível, nem que um pedacinho. Claro que se eu quiser esconder eu escondo, mas acho que isso não vai rolar.

 Hoje faz seis dias que eu fiz minha tatuagem. Eu espero fazer vários posts como esse no futuro. É a realização de um sonho para mim. Somos como um livro em branco, e temos a opção de marcarmos visualmente nossa pele, seja representando alguma história vivida ou simplesmente por questões de gosto.
 Sempre fui a "do contra" que ama tatuagens, piercings, cabelos coloridos e coisas diferentes. E, aos poucos, é assim que eu vou me tornando: diferente. Como eu sempre fui por dentro. 



 Cansei de esconder. E é só o começo.



Links da Maori: Facebook | Instagram
Links do João: Facebook | Instagram

6 comentários:

  1. (MARI)VILHOSA ♥ ♥ Ficou linda a tatuagem, achei o local que você escolheu perfeito. Tenho vontade de me tatuar também, mas tenho medo da dor e de ser expulsa de casa hahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TATI ♥♥♥♥♥♥

      Obrigada!!! Menina, se você ficar com medo nunca vai fazer nada. Tenta, oras! HAHAHAHA

      Excluir
  2. Sobre a tattoo: Tenho trilhões de ideias e acabo não fazendo nada! Achei sua ideia amorzinho <3 Sobre a última foto: estou apaixonada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh Ray, escolhe uma e faz logo mulher HAHAHAH quero ver você rabiscada!

      Excluir