sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Aquela velha dor no peito voltou...

 É muito difícil colocar em ordem sentimentos que nem eu entendo muito bem.

 Desde que me entendo por gente eu tenho umas crises existenciais. Na verdade, todo dia, antes de dormir, eu as tenho. Mas no geral consigo deixar esses pensamentos de lado. O problema nem é quando elas acontecem toda noite, o problema é quando elas acontecem e acabam comigo, juntam vários outros sentimentos e vários outros pensamentos. 

 Calma, vou tentar explicar.

 Setembro começou com uma promessa de ser incrível. E, no geral, até que foi. Tive experiências incríveis, e não posso reclamar delas de maneira alguma.
 Mas, como tudo o que é bom, acabou. Eu não sei o que tem em mim, que se eu tô feliz ou se eu falo com alguém sobre o que tá acontecendo na minha vida, aquilo, que não teria possibilidade de desandar, desanda descontroladamente.
  Eu não quero falar dos motivos, até porque os motivos são vários e alguns indefinidos. Eu não sei explicar. Ultimamente eu venho estado MUITO instável. Ao mesmo tempo que eu tô rindo horrores com você, eu posso desatar a chorar. Eu ando estressada demais, e quem mais sofre são minha família e o Luan. 
 Sabe quando você sente um treco te pinicando ao menor tom diferente de "suave" quando alguém conversa contigo? Uma irritabilidade fora do comum? Você não tem mais paciência para aquelas brincadeirinhas que você sempre tem, aquelas implicâncias normais te deixam em estado de nervos e você só quer, sei lá, sumir? Me digam que vocês também sentem isso.
 
 Essa semana, mais do que em qualquer outra, eu me senti fora de órbita. Eu me senti desconexada, deslocada. Avulsa no mundo. Fui pra faculdade um dia desses com um sentimento de "não sou eu que tô vivendo isso", no modo automático, sabe? Mano, que coisa estranha. Incomoda. É ruim. Não desejo pra ninguém. Vocês já passaram por isso?

 Agora eu tô aqui, com o sentimento de buraco no coração que a Mari de 4, 5 anos atrás conhece tão bem. 
 Tantas lembranças boas, Mari, e logo isso? Logo esse sentimento?

 Desculpem as palavras desconexas e pensamentos divergentes, eu precisava colocar pelo menos uma parte disso pra fora. Tem uma galáxia aqui dentro esperando ainda.   

2 comentários:

  1. Olá, moça!
    Acho que todo mundo já passou por uma fase assim...ao menos eu fiquei e sei o quão ruim é. E também tenho crises de identidade. É péssimo!
    Mas sei lá, não sei explicar o motivo, às vezes acho que precisamos de dias assim. Talvez esse sentimento seja o resultado de vários dias ruins juntos. Mas claro, é um perigo quando eles se prolongam, e por favor, você é uma pessoa tão cheia de luz que deveria ser um crime ficar assim!
    Enfim, tô comentando atrasada então espero que vc tenha melhorado. De qualquer forma, te desejo melhoras! Bjss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando você comenta sempre fico sem resposta. Obrigada. Já tô melhor. Coisa rica <3

      Excluir