segunda-feira, 2 de junho de 2014

Casal na estrada por 42 (!) meses


 Oi gennnte! Tô animada pro post de hoje porque planejo ele tem mais ou menos um mês e meio, e porque é uma coisa que eu fiquei tipo :O quando descobri e sei que vocês vão ficar também.
 Eles são um casal que resolveram viajar durante 42 (42!) meses. Eu nunca pensei que isso seria possível. Você já?
 Talvez vocês conheçam eles, porque a página deles no face é bem conhecida. Se você não conhece eles e quer conhecer, só clicar aqui.
 O post vai ser grandinho e recheado de fotos deles (e somente deles!).
 Antes de qualquer coisa, vou apresentar eles à vocês. O perfil inteiro deles está aqui.



 Leonardo Spencer - Sou brasileiro, nasci em uma terça feira quente de março de 1984 na caótica cidade de São Paulo. Sou administrador por formação e era por profissão até uns meses atrás, mas minha verdadeira paixão sempre foi conhecer e registrar diferentes culturas pelo mundo.
 Os últimos sete anos no foram interessantes. Mesclei a vida corrida do trabalho em São Paulo com diversas viagens. Pegava meus trinta dias de ferias anuais e me jogava pelo mundo. Passei por El Salvador, Nicarágua, Costa Rica, EUA, Chile, Argentina, Maldivas, Galápagos, Europa, Indonesia, Fiji e mais inúmeras viagens pelo Brasil. Ao longo das viagens foram milhares de fotografias e horas de filmagens, o olho foi apurando e começaram a surgir diversas oportunidades de vincular as fotos em revistas, sites, exposições e até em livros.



Rachel Paganotto - Desde pequena sempre adorei a ideia de viajar e principalmente conhecer e entender como as pessoas vivem em outros lugares. Em casa sempre viajávamos de carro, pelo menos duas vezes por ano íamos do Mato Grosso do Sul até o Rio Grande do Sul visitar nossa família que é de lá. 
 Entre as coisas que eu adoro fazer estão a culinária e ajudar as pessoas. Na viagem não vou ter muita alternativa e vou ter que cozinhar quase todos os dias, caso contrário a viagem tornaria-se inviável. Com isso vou poder aprimorar o que já sei e conhecer as comidas e alimentos locais de mais de 60 países! Em relação a ajudar as pessoas já foi algo que fiz muito mas de novo foi  perdendo espaço no dia-a-dia. Na viagem, com certeza vamos encontrar diferentes povos, culturas, situações sócio-economicas diversas e a ideia é conseguir de alguma forma ajudar essas pessoas que vamos encontrar no caminho.


 Casal Spencer em uma imersão cultural pelos cinco continentes do mundo. Na estrada desde 4 de Maio de 2013, iremos percorrer mais de 60 países por 42 meses vivendo no próprio carro. Será uma grande aventura!



 Contatei eles por inbox no face e quem me respondeu foi o Leo. Ele foi super atencioso, paciente e topou de prontidão responder as perguntas que eu propus fazer. 
 A única coisa que eles pediram foi tempo pra poder responder porque né, ELES TÃO NUMA VIAGEM LINDA E MUY LÔCA. 
 Fico tentando imaginar isso tudo e quase enlouqueço porque, ai meu Deus, como eu queria estar numa viagem de um anozinho só. E eles vão humilhar a gente viajando, de carro, por três anos e meio. 
 Eles já tão na estrada tem um ano e as fotos que eles postam são de tirar o fôlego.


Mari: Quando e como vocês decidiram fazer um mochilão?
Leo: No caso é uma viagem de carro, quase um mochilão, porém viajamos por conta própria... A vontade veio de mudar a vida, de voltar a ter aventura em nossas vidas, conhecer gente e culturas, por isso nossa vontade de cair na estrada.

Mari: Como a decisão foi aceita pelos familiares e amigos? Leo: No começo todos acharam a gente um pouco louco, como largar tudo para viver no carro e na estrada? Mas com o tempo eles viram que era um projeto organizado e que tínhamos um plano, ai todos gostaram e nos apoiaram.


Mari: Como conseguiram juntar dinheiro? Tiveram vontade de desanimar? O que fazia vocês superarem o desânimo? Leo: Sempre fomos bem organizados financeiramente, juntávamos o que dava, investíamos o dinheiro, tínhamos isso do banco, do dia-a-dia do mercado financeiro... ou seja, foi fácil ter a disciplina, difícil é ganhar dinheiro... nunca tivemos desânimo nisso não, sempre fomos controlados com nosso $, então era algo natural.




Mari: O medo toma conta de vocês? Vocês sentem medo de algum imprevisto acontecer e atrapalhar a viagem? Leo: Claro que temos medo, mas como tudo na vida não podemos deixar o medo tomar conta, senão ficamos parados e acuados e não tomamos as atitudes que temos que tomar. Ou seja, medo faz parte e tem que ter, só não pode perder o controle. Sobre a viagem, temos CERTEZA que teremos incertezas, faz parte de uma viagem tão grande, por mais que estudemos, sempre termos imprevistos, faz parte do escopo da viagem.

Mari: Como lidam com a saudade? Leo: Hoje em dia com internet tudo ficou mais fácil, mais rápido. Brinco que falo mais com minha mãe hoje do que quando vivia em SP.

Mari: Quando pensaram "é agora"? Leo: Foi tudo muito rapido, a ideia surgiu em Maio de 2012, dai foi um ano de preparação até nossa saída... lembro que por volta de Novembro de 2012 falamos, agora não tem mais volta! mas deu tudo certo.



Mari: Com esse um ano de viagem, o que vocês tem a dizer da experiência que estão tendo? Leo: Sem dúvida está sendo uma viagem muito rica, conhecemos muitos lugares lindos e muitas pessoas bacanas... Uma experiência de vida que dificilmente teremos a oportunidade de repetir em nossas vidas.
Mari: Qual o lugar que mais gostaram de conhecer até agora? Leo: Adoramos o parque Torres del Paine no sul do Chile, um lugar simplesmente maravilhoso, cheio de paisagens lindas!
Mari: E qual a experiência mais agradável que tiveram? Leo: A experiencia mais agradável é ter a oportunidade de conhecer tantas pessoas bacanas, que nos ajudam, cuidam da gente, se interessam pela nossas ideias, tudo isso é muito legal e gratificante!





 O dinheiro que eles usam na viagem é do que guardaram, aluguel da casa deles em SP e da venda de artigos como quadros e, agora, canecas (lindas por sinal). Se alguém quiser dar uma olhada, é só clicar aqui.
 Agora eles estão na Europa. Vão ficar por lá por um tempo, já que o carro deles (enquanto eles atravessam o mar de avião, o carro vai de navio) só chega por volta do dia 17, 18 de junho. Eles pretendem explorar a região por trem, e tenho certeza que vão vir muitas fotos lindas por aí.
 Vou postar só mais umas fotos, porque eu sou apaixonada!

O carro deles. Pode pirar?

A rota pela América do Sul. 






 Vou parar senão fico até amanhã postando. Sério pessoal: visitem o site e a página! Vocês não vão se arrepender. Eles dão todo o processo da viagem detalhadamente com fotos.
 E aí pessoal? Gostaram do post? Porque olha, eu adorei prepará-lo e escolher as fotos.
 Beijos e cheiros e fiquem ligados que sexta tem mais uma entrevista.



8 comentários:

  1. Que vida incrível. Que experiência! Não sei se conseguiria ficar tanto tempo longe de casa. Mas quero fazer muitas viagens pelo mundo.

    http://fashionelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Cara, achei demais esse post e achei demais a entrevista!!! Parabéns Mari!! Super me interesso por esses assuntos e ja dei like na página pra acompanhar, porque acredite, eu tava super por fora!! adorei, beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Laris, eu também achei demais fazer a entrevista, foi muito divertido. Fico feliz em saber que você gostou :D

      Excluir
  3. Geeeeeeeeeente, que demais! Amei amei amei!

    ResponderExcluir